Acordes

Junte-se a milhares de tecladistas inteligentes e receba atualizações,
artigos e aulas exclusivas para levar sua musicalidade a um alto nível

Qual a origem do acorde maior e menor?

Qual a origem do acorde maior e menor?

Fala tecladista! Tudo certo? Aqui é a Raquel Xavier, do Aprenda Piano, para juntos descobrirmos qual a origem do acorde maior e menor!

Você por acaso já se perguntou o por que de ser MAIOR ou MENOR

O que torna tudo ainda mais interessante é que o que vamos aprender se aplica a todas as notas, sejam elas naturais, sustenido ou bemol.

 

O intervalo

Antes de mais nada é muito importante sabermos o que é intervalo no mundo da música.

Intervalo é a distância de altura entre as notas musicais, ou seja, a distância entre duas notas.

Para medir a distância entre lugares e coisas usamos centímetros, metros, quilômetros e assim por diante.

Já na música a unidade de medida, é o tom e o semitom.

 

Semitom é a menor distância entre duas notas.

Se você olhar no seu teclado, entre o Dó e o Dó# não tem nada, ou seja, essa é a menor distância, logo a distância entre Dó e Dó# é de um semitom.

Tom é a soma de dois semitons.

Exemplo, se de Dó a Dó# temos um semitom, e de Dó# a Ré temos outro semitom, então a distância entre Dó e Ré é de um tom.

Essa foi apenas uma breve revisão para que possamos seguir em frente, mas caso queira mais informações sobre intervalos, leia nosso artigo sobre o tema.

A Terça

Para ficar mais fácil de entender e localizar os intervalos, foi dado nomes a eles, como: Intervalo de terça.

 

Uma forma simples de saber sem precisar pensar muito é contar as notas, por exemplo, de Dó até Mi temos quantas notas naturais?

Isso mesmo, três notas, Dó, Ré e Mi.

Se temos três notas, já sabemos que é um intervalo de terça, simples assim! 😉

 

Porém é preciso classificar as terças, já que elas podem ser maior ou menor.

Para representar o intervalo de terça usamos o número 3, e logo depois o “m”, se for um “M (maiúsculo)” significa que é maior e “m (minúsculo)” que é menor.

Terça Maior – 3M

A terça maior tem como característica ser composta por dois tons ou quatro semitons.

Observe o teclado abaixo:

Temos as notas Dó e Mi, se contarmos vamos ter quatro semitons, então definimos que este intervalo é de Terça Maior (3M).

Em detalhes os quatro semitons que temos entre Dó e Mi.

  • 1° semitom –  dó a dó#
  • 2° semitom – dó# a ré
  • 3° semitom – ré a ré#
  • 4° semitom – ré# e mi

Terça Menor – 3m

A terça menor é composta por um tom e um semitom, ou, três semitons.

Veja o exemplo abaixo:

Aqui temos o si e o ré, contando os semitons vamos encontrar três semitons, ou seja, esse intervalo é de Terça Menor (3m).

Observe detalhadamente os três semitons que encontramos.

  • 1° semitom – si a dó
  • 2° semitom – dó a dó#
  • 3° semitom – dó# a ré

O maior (O Acorde Maior)

No acorde maior e menor temos os dois tipo de terça, o que muda é a ordem deles.

Por exemplo, para fazer uma acorde maior temos primeiro o intervalo de terça maior e depois o de terça menor.

Veja no teclado com o acorde de Dó Maior e vamos entender melhor:

O primeiro intervalo de notas é do Dó ao Mi, esse intervalo é composto por quatro semitons então ele é uma 3M (Terça maior). É esse primeiro que dá a nomenclatura “maior” para o acorde.

O segundo intervalo é do Mi ao Sol, já este intervalo tem três semitons o que define o intervalo como 3m (Terça menor).

Dó – Mi – Sol

    3M – 3m

Para acordes maiores será sempre assim, primeiro o intervalo de 3M (terça maior) e depois o de 3m (Terça menor).

O Menor (O Acorde Menor)

Para o acorde menor continuamos utilizando os dois intervalos de terça, mas agora com o primeiro intervalo sendo de terça menor e o segundo de terça maior.

Olhe o teclado abaixo com o acorde de Si Menor:

Veja, o primeiro intervalo de notas é entre Si e Ré, aqui temos uma 3m, porque temos três semitons. Este é o intervalo que dá o nome menor para o acorde.

O segundo intervalo é o de Ré até Fá#, ele tem quatro semitons. Agora quem está no final é a 3M (Terça maior).

Si – Ré – Fá#

    3m – 3M

Concluindo

Saiba que será sempre o primeiro intervalo de terça que irá dizer se o acorde é maior ou é menor.

Agora é hora de ir para a prática, tente construir um acorde apenas usando o que falamos aqui. 😉

Pratique e vá além, eleve seu nível musical com o Curso Piano Prime e comece agora mesmo a tocar de forma extraordinária!

 

Lembre-se, qualquer dúvida, curiosidade ou opinião deixe nos comentários, queremos te conhecer e acompanhar você em sua jornada musical.

Um forte abraço e até a próxima hein!
Raquel Xavier

Gostou desse conteúdo?

Participe da nossa lista VIP e receba conteúdos exclusivos via email. É grátis:

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

CONHEÇA NOSSOS CURSOS EM VÍDEO ONLINE:

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Prepare-se para o lançamento de mais uma aula extraordinária do Aprenda Piano. Previsão de lançamento: final de Setembro!

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Prepare-se para o lançamento de mais uma aula extraordinária do Aprenda Piano. Previsão de lançamento: final de Setembro!

Piano Prime – Técnicas Incríveis para Embelezar suas Execuções

Piano Prime – Técnicas Incríveis para Embelezar suas Execuções

Torne suas execuções inesquecíveis e emocionantes com técnicas que irão elevar rapidamente o seu nível musical

Método M30 – Realize o sonho de tocar sua 1ª música

Método M30 – Realize o sonho de tocar sua 1ª música

Aprenda a tocar sua 1ª música no piano ou teclado. O método M30 é a sua maior chance de aprender piano do zero

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Prepare-se para o lançamento de mais uma aula extraordinária do Aprenda Piano. Previsão de lançamento: final de Setembro!


Aprenda Piano © Todos os direitos reservados.