Artigos

Junte-se a milhares de tecladistas inteligentes e receba atualizações,
artigos e aulas exclusivas para levar sua musicalidade a um alto nível

Conheça a Escala Pentatônica

Escalas Pentatônicas

Fala tecladista! No artigo de hoje vamos estudar a Escala Pentatônica, mais precisamente a Escala Pentatônica Maior. Logo de início eu tenho que confessar que eu adoro essa escala musical. Isso por vários motivos, sendo que o principal deles é facilidade da aplicação, que une sonoridade à simplicidade.

A Escala Pentatônica Maior é uma escala que pode enganar pela simplicidade dando a impressão que seu uso possa tornar arranjo do pianista pouco sofisticado. Ledo engano. Bem, ela é sim uma escala simples, mas se bem utilizada, pode trazer efeitos interessantes. Por essa razão, ela é usada largamente em vários estilos musicais, incluindo Rock, Jazz, Blues entre outros.

O termo “pentatônica” aponta para as 5 notas que a escala possui, diferente da escala “heptatônica” (7 notas), como são as escalas maiores e menores, por exemplo. Então, se você for construir a Escala Pentatônica no piano terá apenas 5 notas. Uma coisa interessante é que essas notas são tão bem encaixadas que é praticamente impossível você “errar” na hora de improvisar. É isso mesmo que você ouviu.

Imagine que você está tocando uma música qualquer, com uma simples progressão de acordes, como C – F – Am – G. Se você executar (de forma ascendente ou descendente) a Escala Pentatônica de Dó nessa sequência de acordes, todas as notas “encaixarão” tranquilamente. Talvez seja por isso que a Pentatônica seja uma escala amada pelos músicos improvisadores.

Mesmo se você é um músico iniciante terá facilidade para aprender essa escala e provalvente o som dela já familiar para você. Acredite, seus ouvidos não levarão um choque quando você ouvir a Escala Pentatônica, o que não ocorre com outras escalas musicais mais complexas. Faça o teste. Vá ao teclado e toque as 5 notas da escala e você terá a impressão que já ouviu isso em algum lugar. E provavelmente você já ouviu!

Escala Pentatônica: como é formada

Vamos formar a Escala Pentatônica. Abaixo estão os graus:

1 2 3 5 6

Por exemplo, para montar a Escala Pentatônica de dó, as notas seriam:

dó ré mi sol lá

Agora vá ao piano para tocar essas notas e preste atenção na sonoridade dela. Gostou do que escutou?

Veremos agora as possibilidades de uso.

Aplicando a Escala Pentatônica

Diferentemente de outras escalas, hoje não passaremos muito trabalho para descobrir quando executar a escala pentatônica maior. Quando estamos aprendendo escalas musicais (Escala de Blues, por exemplo) mais complexas é comum nos depararmos com várias regrinhas de uso para não cometermos nenhum deslize tocando notas erradas na hora.

Essa é a boa notícia de hoje: você pode executar a Escala Pentatônica sem medo sobre vários acordes. Como primeiro exemplo, cito o acorde maior. Imagine que você tem o acorde de C (Dó Maior) em uma música, você pode usar a Escala Pentatônica de Dó nele. Isso vale o mesmo acorde contendo extensões (7,9,11,13).

Você poderia usar a escala sobre o acorde relativo de C, que seria o Am (Lá menor). Então, se houvesse uma progressão de acordes contendo C e Am, você usaria a Escala Pentatônica de Dó tranquilamente.

E não só isso…

Você também pode usar a Escala Pentatônica sobre os acordes de uma tonalidade maior. Vamos pegar os acordes do Campo Harmônico de C. São eles:

C – Dm – Em – F – G – Am – Bø

Você poderia executar a escala sobre esses acordes, caso eles aparecessem na música. Ou seja, praticamente onde poderia ser executado uma escala maior, você poderia executar a Escala Pentatônica. O mesmo vale para as escalas menores (mas vamos falar disso em outro artigo).

Em qual acordes usar?

É possível usar a Escala Pentatônica com alguns acordes específicos. Anote aí:

C C6 C7 e acordes maiores com mais extensões…

Veja como vai ficar tocando os acordes C C6 C7 com a mão esquerda (acorde cheio) e a Escala Pentatônica na mão direita.

E para finalizar…

Como falei no início do artigo, eu amo essa escala porque apesar da simplicidade ela pode ser uma aliada poderosa para o músico. Eu recomendo que você exercite a Escala Pentatônica em todas as tonalidades. Esse é o primeiro passo.

Depois disso, procure aplicar essas escalas nos acordes maiores das músicas que você já conhece e já toca. Ou seja, aplique a escala no seu repertório. Dessa forma, você estará “fixando” bem as Escalas Pentatônicas na sua mente e principalmente nos seus dedos.

Caso você queira se aprofundar no tema escalas, recomendo que estude o material completo de escalas musicais que temos aqui no Aprenda Piano. Isso fará você desvendar o mundo das escalas no piano. Valeu!

Até amanhã,
Ramon Tessmann

Gostou desse conteúdo?

Participe da nossa lista VIP e receba conteúdos exclusivos via email. É grátis:

Deixe seu Comentário ou Dúvida

Conheça Nossas Incríveis Aulas Premium:

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Prepare-se para o lançamento de mais uma aula extraordinária do Aprenda Piano. Previsão de lançamento: final de Setembro!

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Prepare-se para o lançamento de mais uma aula extraordinária do Aprenda Piano. Previsão de lançamento: final de Setembro!

Método M30 – Realize o sonho de tocar sua 1ª música

Método M30 – Realize o sonho de tocar sua 1ª música

Aprenda a tocar sua 1ª música no piano ou teclado. O método M30 é a sua maior chance de aprender piano do zero

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Prepare-se para o lançamento de mais uma aula extraordinária do Aprenda Piano. Previsão de lançamento: final de Setembro!

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Aguarde a Próxima Aula Extraordinária

Prepare-se para o lançamento de mais uma aula extraordinária do Aprenda Piano. Previsão de lançamento: final de Setembro!


Aprenda Piano © Todos os direitos reservados.

TORNE-SE UM TECLADISTA EXTRAORDINÁRIO!

Junte-se a milhares de outros tecladistas e receba em seu email dicas
e conteúdos exclusivos para turbinar sua musicalidade. É grátis: