Artigos

Junte-se a milhares de tecladistas inteligentes e receba atualizações,
artigos e aulas exclusivas para levar sua musicalidade a um alto nível

Por dentro dos intervalos harmônicos e melódicos

Por dentro dos intervalos harmônicos e melódicos

Fala tecladista! Tudo bem? Aqui é a Raquel Xavier, do Aprenda Piano para mais um artigo, hoje quero te ajudar a entender o que são os intervalos harmônicos e melódicos.

Entender a diferença entre estes dois tipos de intervalos é de grande importância.

E é bom que o que aplicamos no intervalo harmônico é possível aplicar no intervalo melódico e em cada um você tem um som diferente.

Ainda no final deste artigo sobre os intervalos harmônicos e melódicos, eu vou te dar uma dica que vai te surpreender e somar ao seu improviso! 😉

Entendendo os intervalos

Então, intervalo é o espaço entre uma nota e outra, ou também podemos dizer que, intervalo é a distância entre as notas.

Temos uma forma de medir essas distâncias, chamamos de TOM e SEMITOM.

Vou estar falando um pouco sobre o tom e o semitom apenas para você relembrar o que é, caso você ainda não conheça estes intervalos, clique aqui.

Começando a menor distância: SEMITOM.

Semitom, ou meio tom, é a menor distância entre duas notas.

Por exemplo, temos a nota Dó, depois dela vem a nota Dó#. Entre o Dó e o Dó# temos alguma outra nota?

Não! Então, aí temos um intervalo de semitom.

Agora vamos ao TOM!

Tom é a soma de dois semitons, ou seja, semitom é a metade de um tom.

Se da nota Dó até a nota Dó# nós temos um semitom quer dizer que temos só metade da distância, agora precisamos de mais uma metade.

Da nota Dó# até a nota temos mais um semitom.

Somando os semitons nós teremos um tom, da nota Dó até a nota Ré!

Intervalo Harmônico

Este intervalo está diretamente ligado ao conceito de harmonia.

Você sabe o que é harmonia na música?

HARMONIA

Conjunto de sons relacionados que produzem sensação agradável ao ouvido.

Bom, a harmonia musical está ligada a combinação de notas que soem de maneira agradável.

Ela é essencial para o estudo da composição musical, e é por este motivo que podemos relacionar harmonia com os sons simultâneos, ou seja, sons tocados juntos.

Vamos usar o intervalo de quinta justa (5J), este intervalo é de três tons e um semitom.

Iniciando da nota nós vamos contar o intervalo de quinta justa e chegaremos no Sol.

– TOM – TOM – SEMITOM – TOM

DO – RÉ – MI – FÁ – SOL

Para tocar a nota Dó e a nota Sol como um intervalo harmônico é preciso tocar as notas juntas, ao mesmo tempo.

Veja no teclado como fica:

dósol

Este é um intervalo harmônico. Sempre que tocar notas simultâneas teremos um intervalo harmônico.

Intervalo Melódico

Já o intervalo melódico tem total relação com a melodia, você se lembra o que é melodia?

MELODIA

Sequência de notas ou sons que se relacionam reciprocamente de modo a formar um todo harmônico.

Como já diz no significado da palavra, melodia são notas tocadas sucessivamente, ou seja, uma após a outra.

Podemos citar como exemplo de melodia a linha melódica da voz, quando você canta está fazendo uma melodia.

Agora, voltamos ao nosso intervalo de quinta justa que tem três tons e um semitom.

Lembrando que pegamos como exemplo as notas Dó e Sol.

No intervalo harmônico elas tocaram juntas, agora no intervalo melódico as notas serão tocadas uma após a outra.

Tocando primeiro o Dó.

dó

E logo depois o Sol.

sol

Este é um intervalo melódico!

Dica infalível

Agora anota aí essa dica que eu vou dar para você de como usar estes intervalos!

DICA: Usar os intervalos harmônicos e melódicos na hora de improvisar.

Eu particularmente gosto muito de usar eles de forma descendente.

Por exemplo, faça na sua mão esquerda o acorde de Dó maior.

Na mão direita vamos fazer uma sequência de intervalos de quinta justa.

A sequência será de: Mi – Si, Ré – Lá e Dó – Sol.

Toque na mão esquerda o acorde de Dó maior e faça estas notas como intervalo harmônico, tocando as notas juntas.

dó1mi1sol1mi3si3

dó1mi1sol1ré3lá3

dó1mi1sol1dó3sol3

Toque a mão direita um pouco mais rápido para soar como um improviso!

Agora você pode fazer as mesma notas, mas com intervalo melódico, tocando uma nota após a outra.

Lembre-se que estes intervalos estão na mão direita, a mão esquerda está apenas tocando o acorde para acompanhamento. 😉

dó1mi1sol1mi3

dó1mi1sol1si3

dó1mi1sol1ré3

dó1mi1sol1lá3

dó1mi1sol1dó3

dó1mi1sol1sol3

Observe que são as mesmas notas da forma anterior mas o som é diferente, assim nos dando outras possibilidades de explorar ao máximo os dois tipos de intervalos, intervalos harmônicos e melódicos.

Concluindo

Entender e estudar intervalos nos faz compreender muito melhor tudo que tem relação com a música, como os acordes, solos e improvisos.

Preste atenção a partir de hoje nas suas execuções e identifique se está usando intervalos harmônicos e/ou melódicos, e tente explorar mais a fundo a sua prática.

E não deixe de conhecer nossos cursos e desenvolver sua musicalidade! 😉

Fote abraço e até mais!
Raquel Xavier

Gostou desse conteúdo?

Participe da nossa lista VIP e receba conteúdos exclusivos via email. É grátis:

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

CONHEÇA NOSSOS CURSOS EM VÍDEO ONLINE:

Método M30 – Realize o sonho de tocar sua 1ª música

Método M30 – Realize o sonho de tocar sua 1ª música

Aprenda a tocar sua 1ª música no piano ou teclado. O método M30 é a sua maior chance de aprender piano do zero

Piano Prime – Técnicas Incríveis para Embelezar suas Execuções

Piano Prime – Técnicas Incríveis para Embelezar suas Execuções

Torne suas execuções inesquecíveis e emocionantes com técnicas que irão elevar rapidamente o seu nível musical

Curso Extraordinários

Curso Extraordinários

Entre em estado acelerado de aprendizado nas teclas: estude do básico ao avançado de forma empolgante!

Piano Kids – Seu filho tocando piano em 30 dias

Piano Kids – Seu filho tocando piano em 30 dias

Diferente de qualquer outro curso no mundo inteiro, o Piano Kids vai ensinar música para seu filho de uma forma divertida e emocionante.

COMO LER PARTITURAS

COMO LER PARTITURAS

Aprenda a ler partituras de uma forma extremamente prática e simplificada. Curso ministrado pela professora Raquel Xavier